sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Che Guevara: Desonesta Ocultação do Real





 “Método que envolve alguma habilidade e um tanto de safadeza.” [1]

“‘Che’... não passa de uma peça de propaganda encoberta.”

“Uma manobra ágil e perfeitamente desonesta.”

     Ao organizar revistas antigas que guardo em meus arquivos encontrei interessante reportagem sobre Che Guevara. [2] Logo de cara, julguei um desperdício não partilha-la com nossos amigos do Blog. A começar pelo título, em si, altamente informativo: “Só o mito, e nada do homem”, da autora Isabela Boscov.

     Ora, “salta aos olhos” a forma superficial como é tratada a imagem, assim como, a mensagem desse comandante revolucionário. Segundo a autora (que comenta sobre o lançamento do filme “Che”, interpretado por Benício Del Toro) o diretor Steven Soderbergh “... ilustra bem o método pelo qual o mito de Guevara segue sendo reiterado em certos círculos – método que envolve alguma habilidade e um tanto de safadeza.”

     O filme “Che”, segundo Isabela Boscov, “respalda suas omissões numa estrutura dramática que trata do ‘sonho’ (ou seria pesadelo?) revolucionário, e assim fica livre para descartar a crescente atrocidade de Guevara e o barbarismo em que caíram os movimentos sociais que adotaram a luta armada.”

     É claro que o filme permite uma “espiadela nos pés de barro do santo” mostrando alguns dos horrores praticados por Che Guevara, entretanto, todo ele não deixa de ser aos olhos de certos críticos como mais uma desonesta propaganda encoberta em favor do comandante que, por exemplo, determinou a execução de centenas de pessoas enquanto diretor da prisão La Cabana.

     São filmes como este que levam nossa juventude, tão desinformada, a “endeusar” um personagem que trouxe tanto mal ao seu tempo. Lutar contra determinadas injustiças não pode nos levar a praticar outras piores. De fato, “os fins não justificam os meios.

Mãe do Bom Conselho, rogai por nós!



[1] Estas três citações são de Isabela Boscov : a autora – Veja.
[2] Veja, de 25 de março de 2009 – Cinema.

33 comentários:

Prof. Francisco Castro disse...

determinou a execução de centenas de pessoas enquanto diretor da prisão La Cabana.
Por favor indica este fato. Não tenho conhecimento. Cheguei em um período a associar Che a Santa Joana d´Arc já que entendia que ele lutava pela justiça e conta a pobreza e a Igreja canoniza santos guerreiros. Não que eu o visse como um santo mas o admirava como um idealista que sacrificou interesses pessoais pelo que que acreditava. Gostaria de conhecer melhor esta ação dele.

João Soares disse...

Ótima matéria!
Eu sugiro ao editor acrescentar este vídeo em que Del Toro dá uma entrevista para um canal de televisão.
É inusitado como a apresentadora deixa ele sem respostas.
Vale a pena conferir:

http://www.youtube.com/watch?v=5kp4fyICAYA&feature=player_embedded

Neguim disse...

Durante o período mais obscuro da vida deChe, quando ele foi colocado à frente de uma "comissão purificadora" de uma prisão em Havana que, entre outras funções, supervisionava execuções. Durante esse período pelo menos 180 pessoas foram fuziladas depois de ser submetidas a julgamentos sumários presididos pelo próprio Che. José Vilasuso, advogado que trabalhou com Che na prisão de La Cabaña no preparo das acusações, confirmou esse aspecto: "Os fatos eram julgados sem nenhuma consideração dos princípios de justiça". Depoimento de um ex-companheiro de guerrilha de Che, Dariel Jiménez Alarcón, que descreve a frieza mantida pelo comandante durante as execuções que presenciava.
" Che subia numa laje e, deitado de costas, observava as execuções enquanto fumava um charuto", disse Jiménez...

Frases contidas no diário de Che Guevara:

“Enlouquecido com fúria irei manchar meu rifle de vermelho ao abater qualquer inimigo que caia em minhas mãos! Minhas narinas se dilatam ao saborear o odor acre de pólvora e sangue. Com as mortes de meus inimigos eu preparo meu ser para a luta sagrada e me junto ao proletariado triunfante com um uivo bestial.”
"Não posso ser amigo de quem não compartilha das mesmas idéias que eu".
"Adoro o ódio eficaz que faz do homem uma violenta, seletiva e fria máquina de matar".
"Vale milhões de vezes a vida de um único ser humano do que todo a propriedade do homem mais rico do mundo".
"Não nego a necessidade objetiva do estímulo material, mas sou contrário a utilizá-la como alavanca impulsora fundamental. Porque então ela determina por impor sua própria força às relações entre os homens."
“para mandar alguém para o pelotão de fuzilamento, as provas judiciais são desnecessárias. Esses procedimentos legais são um arcaico detalhe burguês”.
Filho de uma família aristocrática argentina, Ernesto Che Guevara, cometeu o erro de confiar em Fidel Castro e levou a que toda uma geração de latino-americanos, que acreditou em seus escritos e em seus exemplos, fosse dizimada em seu nome.
Embora diante do colapso político e ideológico de tudo que Che Guevara representava, por ironia da História, El Che Guevara, hoje, é uma marca essencialmente capitalista. Sua imagem com a onipresente foto com sua boina, tirada nos anos 60 por Alberto Korda, adorna jarros, chaveiros, gorros de beisebol, camisetas, lenços, jeans, etc.
Como indica seu diário de Sierra Maestra, Guevara eliminou Eutímio Guerra, suspeito de estar passando informações. Diz o diário: “Acabei com o problema dando-lhe um tiro com uma pistola de calibre 32 na têmpora direita. Seus pertences passaram a meu poder”.

Airton disse...

Muito boa.

Marcos Assunção disse...

Desculpa a franquesa, mais achei a postagem totalmente equivocada, o autor (Paulo L.F), se deixa levar pelas opiniões dessa tal de Isabela Boscov, e não tem o minimo de interesse de expressar o q realmente penssa. Na verdade concordo quando na postagem quando diz“... ilustra bem o método pelo qual o mito de Guevara segue sendo reiterado em certos círculos", o fato é q a safadeza da qual vc fala, estar sendo feita é nos dias de hoje, já parou pra pensar como tem gente ganhando dinheiro com marcas de roupas nas quais usam a imagem dele??? Então acho q o mininmo q se pode falar é sobre o q se faz hoje com a imagem dele, e não entrar no merito se falar da pessoa dele. Não tô dizendo q ele era santo, e nem coisa do tipo, ele era um homem normal, com apenas uma diferença, ele era um homem q tinha coragem, uma coragem q hoje não se vê mais hoje em dia, talvés se os homens de hoje tivessemos metade da coragem q ele teve, o mundo não estaria hoje do jeito q tá...
Olha se alguém realmente tem o interrese de falar sobre ele, eu recomendo q procure saber mais sobre o assunto(só q desta vez através de uma fonte imparcial, se possivel), antes de sair por ae falando bobagens...
Enfim essa é a minha opinão, e eu digo isso baseado no q eu estudei sobre o assunto, e não na mera opinião de alguma autora de revista sensacionalista, q ao me vê, a unica coisa q pensa é no desejo de vender suas revistas, e no dinheiro q vai ganhar com isso.

Luiz Eduardo disse...

Senhor Marcos,estranha sua posição ao chamar nossa postagem de "totalmente equivocada" (Adj.:Que tomou uma coisa por outra; enganado, iludido)dizendo que o autor "...não tem o minimo de interesse de expressar o q realmente penssa."

Veja essa afirmaçõa do autor (que,aliás,poderia citar ao lado de outras):

"São filmes como este que levam nossa juventude, tão desinformada, a “endeusar” um personagem que trouxe tanto mal ao seu tempo. Lutar contra determinadas injustiças não pode nos levar a praticar outras piores. De fato, “os fins não justificam os meios.”"

Por isso fico a pensar: "Será que o senhor Marcos Assunção, realmente leu ou entendeu todo o artigo?

O autor expressou sua opinião usando como "gancho" o trabalho de outro autor, o que, aliás, é uma metodologia científica.

Luiz Eduardo disse...

Cont.

Um outro ponto de sua postagen também me chamou a atenção:

"Não tô dizendo q ele era santo(...) ele era um homem normal, com apenas uma diferença, ele era um homem q tinha coragem, uma coragem q hoje não se vê mais hoje em dia, talvés se os homens de hoje tivessemos metade da coragem q ele teve, o mundo não estaria hoje do jeito q tá..."

Graças a Deus que o senhor não o julgue santo, pois, a julgar pela vida errônea que "Che" levou jamais poderia ser contado entre os virtuosos: a começar pela ideologia que seguia, em tantos pontos contrária ao Evangelho; depois poderia citar os assassinatos e torturas injustas por ele praticado, entre tantas outras coisas...

Quanto à coragem, também Lúcifer a teve para revoltar-se contra Deus... e hoje, quantos tem coragem de colocar-se ideologicamente ao lado de um personagem histórico que ousou colocar-se contra a única e verdadeira Igreja de Cristo.

Luiz Eduardo disse...

Cont.

Finalmente:

O senhor nos faz pensar que são bobagens o que escrevemos:

"...antes de sair por ae falando bobagens...

Pois bem,aponte essas bobagens.Gostariamos muito de identificar possiveis erros históricos em nosso artigo.Seria um grande serviço que prestarias a nós que só temos interesse pela verdade.Afinal o senhor nos diz que seu pensamento é:

"... baseado no q eu estudei sobre o assunto..."

Talves seus estudos nos ajudem a mudar os rumos das reflexões... assim pararemos de ficar "...falando bobagens...".

Sendo assim , aguardamos os frutos luminosos de suas pesquisas...

P.S.: O autor do artigo pediu-me que postasse essa resposta em seu lugar.O fato é que não tem podido ter acesso demorado à internet.

Que a Virgem Maria o ilumine sempre!

Fraternalmente, Luiz Eduardo

Marcos Assunção disse...

Oi, postei o comentário sabendo q poderia ocorrer eventuais discordâncias sobre ele, enfim, peço desculpas se de alguma forma ofendi alguém, essa não era, nem é a minha intenção (muito menos criar polêmica), talvez eu tenho sido um tanto duro em minhas palavras, pois bem... a minha crítica principal não é para com sobre o blog nem com o autor do artigo (muito pelo contrario, eu admiro a iniciativa do mesmo, pois através deste, podemos debater sobre diversos assuntos, dos mais variados ponto de vista, e enfim tentar chagar a uma resposta coerente), minha critica está na forma destorcida, com a qual o ser humano está usando , não só Che Guevara como de vários outros personagens da história, para ganhar dinheiro, e fazendo assim, com que apareça conteúdos como este acima, o autor do artigo foi levado erro, nos pontos em q citei no comentário anterior. Pois bem em momento algum eu disse que Che Guevara, era um bom homem, nem tampouco quis “endeusá-lo” (afinal quem sou eu pra julgar alguém?), muitas pessoas morreram não só pelas mãos dele, mais como também pelas mãos de vários outros (coisa que é muito ruim), ele era um revolucionário com ideal socialista, e em contramão a existia o ideal capitalista, com isso havia varias outras questões, econômicas, culturais, ideológicas e etc, todas elas na maioria das vezes exteriorizadas de forma violenta... e no meio disso tudo vidas inocentes de ambos os lados, quando eu digo q ele era um homem de coragem, digo isso porque, não é qualquer homem que olha diante de si uma enorme desvantagem, tanto numérica quando tecnológica, e ainda sim, opina por lutar por seu ideal. Não to dizendo que vc pode sair por ae matando todo mundo q for contra seus ideais, naquela época o contexto mundial era outro... Enfim não posso ficar aqui explicando tudo (principalmente porque não daria pra descrever tudo), mais espero que este comentário justifique o porque da minha posição sobre o assunto. Eu sou: Marcos Mauriz Assunção, formado em Ciências Políticas pela UFPE, e graduado pela Universidade de Coimbra- Portugal. Mais uma vez peço desculpas se me excedir ou ofendi alguém, essa não é a minha intenção...

Eduardo disse...

O Senhor Marcos escreveu:

"...minha critica está na forma destorcida, com a qual o ser humano está usando , não só Che Guevara como de vários outros personagens da história, para ganhar dinheiro, e fazendo assim, com que apareça conteúdos como este acima, o autor do artigo foi levado erro, nos pontos em q citei no comentário anterior."


"... [ o autor, Paulo L.F.]se deixa levar pelas opiniões dessa tal de Isabela Boscov, e não tem o minimo de interesse de expressar o q realmente penssa."

Será que, para o senhor Marcos, um autor deve ser independente de outros pensadores para basear seus pontos de vista??? Citar um autor é privar-se de "(...)expressar o que realmente pensa."??? Parece-me que não é isso que se dá nas variadas produções que se faz por aí... porém, é provavel que a "rixa", se assim podemos dizer, do senhor Marcos seja contra a senhora Isabela Boscov.
Sendo assim, então poderiamos citar uma multidão de autores que demonstram o quão reprovável foi a postura histórica de Che Guevara.


Agora, qual será esta " (...)forma destorcida, com a qual o ser humano está usando , não só Che Guevara como (...) vários outros personagens da história." ????


Citar as barbaridades praticadas por Che não é distorcer sua imagem. Ao contrário, é apresentar ao mundo um exemplo do que não se deve fazer contra o próprio ser humano.

Que a Virgem Maria o ilumine sempre!

Fraternalmente,Eduardo.

Marcos Assunção disse...

Meu rapaz não tenho rixa com niguém, muitos mmmenos com a autora da qual estamos falando... quando eu falo: "(...)forma destorcida, com a qual o ser humano está usando , não só Che Guevara como (...) vários outros personagens da história." eu respondii no primeiro comentário que fiz, olhe:" (...)o fato é q a safadeza da qual vc fala, estar sendo feita é nos dias de hoje, já parou pra pensar como tem gente ganhando dinheiro com marcas de roupas nas quais usam a imagem dele??? (...)" entendestes agora??? para evitar redundância, não repeti,apesar de não estais prestando atênção nem no que esquevi, vc parece q está convicto do que está falando, então nem adianta eu tentar lhe explicar, por mais diversas as formas q possa existir, seu pensamento será sempre o mesmo. Emfim, não estou tratando nada de forma pessoal, tenho certeza que meus comentarios e o nosso debate, fará com que as pessoas q lerem este artigo (caso tenha interese) estudarem mais sobre o assunto, e a partir desse estudo terem suas proprías conclusões. Talvés não tenhas percibido q até nos dias de hoje, existem revoluções, um exemplo é o q aconteceu no Egito recentemente, revolucionarios pediram por mais igualdeda e democracia, e tudo terminou bem, sem nenhum confrono violento, digamos q essa é a prova de q as revoluções evoluirão, desde o passo inicial até os dias de hoje. Termino meu ultimo comentário aqui neste artigo, com a frase: Que a paz se faça presente em todos nois, e que quando sofremos quais quer q seja injustiça, sejamos sempre bons revolucionários.

Eduardo disse...

Senhor Marcos, perdoe-me se lhe impactei com minhas respostas às suas colocações,a meu ver,VAGAS.

Quando me referi à sua postura perante a autora como "rixa" (veja que em minha postagem anterior está entre áspas, e com uma ressalva imediatamente depois)referia-me à possibilidade de um desencontro ideológico, o que, a meu ver, demonstrastes durante sua escrita (caso contrário terias concordado com a postura da autora,aliás, acolhida pelo senhor Paulo L.F.)

Bom, se não tens "rixa" ideológica, então concordas com a autora. O que me parece uma contradição.

Agora, um último pormenor...

Escreves-te:

"(...)até nos dias de hoje, existem revoluções, um exemplo é o q aconteceu no Egito recentemente, revolucionarios pediram por mais igualdeda e democracia, e tudo terminou bem, sem nenhum confrono violento, digamos q essa é a prova de q as revoluções evoluirão(...)"

Creio que não estejas acompanhando os noticiários.

A)Centenas de pessoas morreram no Egito.
B)Tudo terminou bem??? As manifestações continuam para levar as Forças Armadas à realizaçâo das idéias da população.
C) Sem nehum confronto violento??? Nem vou responder a esse desvario... respeito os inumeros torturados e familiares de desaparecidos...

Perdoe-me senhor Marcos, mas estás desinformado tanto sobre "Che" como quanto a MubaraK (ou, quiçá, Gadaffi também, mas é só uma suposição)

Thaís disse...

Luiz Eduardo: Você disse: "...pois, a julgar pela vida errônea que "Che" levou..."

Explique-me o que para você é uma 'vida errônea', pois, até onde sei, todos erramos, a menos que você seja perfeito e se considere digno de 'ser contado entre os virtuosos'. A verdade é que todos levamos vidas errôneas.
Ele matou pessoas, o que é imperdoável, também não acredito que os fins justifiquem os meios, mas ele lutou pela justiça em todos os aspectos, e como o Marcos disse, "ele era um revolucionário com ideal socialista, e em contramão a existia o ideal capitalista, além de que haviam varias outras questões, econômicas, culturais, ideológicas e etc, todas elas na maioria das vezes exteriorizadas de forma violenta... e no meio disso tudo vidas inocentes 'de ambos os lados', quando eu digo q ele era um homem de coragem, digo isso porque, não é qualquer homem que olha diante de si uma enorme desvantagem, tanto numérica quando tecnológica, e ainda sim, opina por lutar por seu ideal. Não to dizendo que vc pode sair por ai matando todo mundo q for contra seus ideais, 'mas naquela época o contexto mundial era outro'..."

Além de que, ouso dizer, (e já li o post desse blog sobre este assunto, mas também ouso dizer que o mesmo não está baseado em bons fundamentos e nem tem fontes para mim confiáveis), que durante o período da 'Santa Inquisição', a igreja Católica matou várias mulheres inocentes, acusando-as de serem bruxas, com o único intuito de propagar a religião e acabar de vez com o culto de outras religiões, que eram cada vez mais crescentes. Só digo isso para mostrar que a Igreja Católica também já errou muito, e também já matou vidas inocentes pelos seus ideais. (e de novo, já li o post desse blog, mas acredito que esta seja a verdade.)

Che teve a coragem de correr riscos e renunciar a própria vida com a intenção de tornar o mundo mais justo e humano para TODA a sociedade. Hoje não vemos pessoas que têm coragem de fazer algo assim!

Thaís disse...

Continuando meu comentário...

Você também disse: "...a começar pela ideologia que seguia, em tantos pontos contrária ao Evangelho;"

Aonde o evangelho é contrário ao socialismo? Porque a única 'ideologia' que ele seguia era a de uma sociedade mais justa, baseada nos princípios socialistas.

As palavras do próprio Che sobre o socialismo: "O socialismo não é uma sociedade beneficente, não é um regime utópico, baseado na bondade do homem como homem. O socialismo é um regime a que se chega historicamente 'e que tem por base a socialização dos bens fundamentais de produção e a distribuição equitativa de todas as riquezas da sociedade, numa citação de produção social.' Isto é, a produção criada pelo capitalismo (...) mas o aproveitamento do fruto do trabalho é feito pelos capitalistas individualmente, pela classe exploradora, pelos proprietários jurídicos dos bens de produção."

Você também disse: ..."depois poderia citar os assassinatos e torturas injustas por ele praticadas,"...

Me mostre uma fonte confiável onde cita algum tipo de tortura? Porque 'até onde sei', as vítimas eram fuziladas, sem nenhum tipo de tortura antes.

"entre tantas outras coisas..."

Fiquei realmente curiosa pra saber que 'tantas outras coisas' são essas.

Thaís disse...

Quem sou eu? Porque estou postando aqui?

Meu nome é Thaís, faço Matemática computacional na ufmg. Apesar de ser de família católica e ter sido católica até pouco tempo atrás, hoje sou agnóstica. Não concordo (nem discordo) com o socialismo, nem com o capitalismo, e nem com o Che Guevara, e concordo totalmente que ele virou um símbolo capitalista de consumo (o que é irônico), e a sua imagem é usada para lucro pessoal, e os artigos geralmente o idolatram demais. Eu não o idolatro, só estou relatando a verdade vista aos meus olhos sem nenhuma intenção de ganho pessoal.

Mesmo assim, tenho total conhecimento sobre os assuntos dos quais tratei (Religião, história, bíblia) por me interessar muito por eles, o que já me levou a pesquisar e ler sobre estes assuntos.

Só postei aqui porque discordei das coisas já citadas nos meus comentários. Meu objetivo não é julgar nem criticar nada nem ninguém, e de forma alguma é entrar no contexto religião (aprendi que religião não se discute.) Meu objetivo é mostrar minha opinião, e discutir, de forma sadia e informativa, assuntos pelos quais me interesso, já que sou uma pessoa totalmente aberta a novas opiniões, desde que elas sejam baseadas em fundamentos melhores que os fundamentos das minhas já formadas.

Eduardo disse...

Thaís

Vc escreveu muitas coisas. Mas limitar-me-ei a responder uma que foi dirigida mais diretamente a minha pessoa:

"Explique-me o que para você é uma 'vida errônea', pois, até onde sei, erramos, a menos que você seja perfeito e se considere digno de 'ser contado entre os virtuosos'. A verdade é que todos levamos vidas errôneas."

É bom distinguirmos entre pecados e pecados.Há pecados "Mortais" e pecados "Veniais".Os primeiros eu não os pratico,graças a Deus. Porém,sabemos que o Revolucionário por nós tratado os praticava aos montes;basta vermos os assacinatos por ele praticados.
Quanto aos Veniais,reconheço, muitas vezes me vejo envolto neles,e que Deus tenha misericórdia de minha alma... entretanto, permita-me um testemunho pessoal: Não me recordo de praticá-los,digamos assim, conscientemente,mas como uma espécie de sintoma de meus vícios passados,contra os quais luto a cada dia.

Isso, para explicá-la que me referia à vida errônea (pecados mortais) de "Ché".

"Todos levamos vidas errôneas", concordo.Porém, nem todos aceitamos os pecados mortais.Basta conferir a vida levada por "Che" para comprovardes o quanto ele feriu a moral cristã...

Rezemos pela alma dele.

Posso sim,pela graça de Deus, contar-me entre os virtuosos,a pesar de meus pecados veniais.E louvarei sempre a Deus por livrar-me dos pecados Mortais, estes tão presentes na vida de "che".
(Quanto às outras questões pedirei ao Paulo L.F. que as responda para voçê.Tenho aprendido muito com ele)

Que Maria te ilumine.

Linka disse...

Essa Tais deve ser muito desenformada pra não saber das barbaridades praticadas por Che Guevara e fala que o comunismo tava no evangelio.Vai estuda minha filha.

P.L.F. disse...

Querida Thaís,

Peço-lhe que, antes de mais nada, possas ver um vídeo postado por nosso blog no dia 11 de janeiro (tereça-feira) de 2011, intitulado
"Sobre o Porco Fedorento, Uma Entrevista Imperdível".

Alí, verás, um pouco, sobre a fisionomia moral deste guerrilheiro que tanto mal fez ao mundo com sua ideologia (aliás, condenada várias vezes pela Igreja, por ser contra o Evangelho.)

Rezarei pela senhora, a fim de que possas tornar-te uma defensora dos ensinamentos cristãos, e, assim, ajudar-nos a demonstrar a barbaridade de ideologias como esta do comunísmo que matou milhares de pessoas...

Virgem Santíssima, Rogai por nós!!!

Marcos Assunção disse...

Não resistir, e vir responder os comentarios de Eduardo, vocês podem perceber q em meus comentários eu não entrei na questão religiosa, pois essa não é a minha area de atuação, não estou capacitado para dizer algo nesse sentido(religioso), meus conhecimentos estende-se no campo da sociologia, e nos estudos das diversas sociedades, das mais antigas pra mais atuais, ou seja no sentido de relações sociais eu estou capacitado para poder falar, dediquei e dedico boa parte do meu tempo ao estudo dessa area (sociologia), e tenho base no que estou falando... como eu já disse "[...] não estais prestando atênção nem no que esquevi, vc parece q está convicto do que está falando, então nem adianta eu tentar lhe explicar, por mais diversas as formas q possa existir, seu pensamento será sempre o mesmo[...]" a tua convicção faz com que vc fique com os olhos fechados para qualquer outro tipo de opinião, q seja diferente da sua. A convicção é uma caracteristica de pessoas alienadas, por isso eu digo q não adianta a forma com que eu lhe explique sua opinião será a mesma. Imagino q você não tem capacitação alguma em nada, por isso se defende sempre com comentarios de sentido meio ofensivo, posso dizer q até chega a ser desesperado, usando termos como "rixas" e outros, só pq eu discordo com alguma coisa q alguém diz, não quer dizer q eu tenho "rixa" com esta pessoa, vc tenta também distocer até os meus cometários, imagine o q vc num faz com assuntos historicos. Desde o comentário anterior percebi só por sua forma de defender suas teses que vc não tem formação acadêmica no assusto, e vc ainda faz pior, levando o assunto pro lado pessoal, por isso que escrevi no comentario anterior q não iria mais comentar, vc não tem capacitação pra discutir algo comigo nesse sentido... Continue com suas convicções-cegas, espero q outras pessoas não se deixem influenciar por você, diferente dos seus comentários, os meus não tem carater influenciador, eu sempre digo as demais pessoas, leiam sobre o assunto e e tirem suas conclusões, não se deixe influênciar por pessoas que tem priguissa de pensar por si mesmo (tenho certeza q vc é um rapaz inteligente, ou vc tem priguissa ou vc não quer saber mesmo do assunto), vc aceita tudo q dizem, não vai atraz de saber mais sobre as coisas...é uma pena q ainda existam pessoas desse jeito... uma pena mesmo.

Gisleni disse...

Thaís!
Li tds as postagens e de longe achei a sua a mais sensata e coerente com a realidade!
Apesar de tbm ser católica há muito tempo que passei a estudar mais sobre a doutrina espírita... tenho verdadeiro pavor dessa corja fervorosa da igreja que julga em nome de Deus e Santos...
Che lutou sim por uma causa nobre e morreu por seus ideais...
Agora não precisamos voltar muito no tempo pra que a prodidão da igreja venha a tona! Pedofilia não tem perdão e não existe nada mais perverso!
Realmente Virgem Santíssima, Rogai por nós!!!

Gisleni Riva
Caxias do Sul/RS

Eduardo disse...

Senhor Marcos

Vejo que és um pouco impaciente;talvez, por isso, use tão poucos "pontos finais". Desculpe-me, não pense que sou graduado em Português.Na verdade sou Mestre em Filosofia, graduado em História e estudante de Teologia.Bom, mas de qualquer modo:DESCULPE-ME!

Conheço o autor e sei de seu embasamento histórico;na verdade até fui muito ajudado por ele quanto a uma visão mais sensata nestes assuntos.

Se não queres discutir,tudo bem.

Que Deus te abençoe.

João Soares disse...

Senhorita Gisleni, me impressiono com o que dizes:

"Apesar de tbm ser católica há muito tempo que passei a estudar mais sobre a doutrina espírita... tenho verdadeiro pavor dessa corja fervorosa da igreja que julga em nome de Deus e Santos..."

Apesar?? Deveria agradecer a Deus por ser católica e em vez de "estudar" o espiritismo, deveria estudar a doutrina católica pra não se revoltar contra a Igreja por causa de mentiras. E aliás, só de dizer que tem "pavor dessa corja fervoros" não estás julgando?

"Che lutou sim por uma causa nobre e morreu por seus ideais..."

Che matou por seus ideais... esqueceu? Aliás, Hitler defendia suas "causas nobres" assim como Stalin, Maotsung... A propósito, OSAMA BIN LADE está morrendo por seus ideais também. Todos estes que citei não diferenciam muito de Che, na verdade, a diferença é que eles não tem "puxas sacos" na atualidade.

"Pedofilia não tem perdão e não existe nada mais perverso!"

Depende. Se for a "pedofilia" relacionada ao homossexualismo (que é a grande maioria dos casos) tem... Se for a "pedofilia" do sensacionalismo midiático que tenta pegar todos os possíveis casos e culpar a Igreja por erros pessoais de padres corruptos, não.
A propósito, sobre as ultimas de pedofilia na Igreja só relaciona padres progressistas ou ligados a TL, ou seja, todos fãs do Che. Já era de se esperar... Se quiser debater seriamente sobre este assunto, venha aqui: http://sociedadeapostolado.blogspot.com/2010/04/algo-sobre-os-escandalos-de-pedofilia-e_21.html

"Realmente Virgem Santíssima, Rogai por nós!!!"

Sim sra. Gisleni, isto pedimos. Que a Virgem santíssima rogue por nós e liberte-nos da cegueira que faz próprios católicos ignorarem contra a Igreja.

Raniel Barreto disse...

As pessoas precisam ver o documentário sobre Che que está aqui no blog.Gostei muito mesmo.As pessoas que estão criticando o blog não entendem nada de história.Concordo com o João Soares.

Thaís disse...

Gislene, obrigada. E ótima citação sobre a pedofilia.

Eduardo, obrigada pela resposta. Foi esclarecedora. Não sabia da diferença entre os tipos de pecado. É esse o diálogo entre pessoas cultas que eu estava procurando. É muito bom conversar com pessoas que sabem ouvir e respeitar o ponto de vista dos outros, infelizmente não posso dizer isso de alguns poucos que postaram aqui nesse blog.

PLF, eu vi o vídeo.
Sinto informa-lhe que não me tornarei uma defensora dos ensinamentos cristãos, já que, como já informei, sou agnóstica, mas não quero falar sobre religião pois para mim cada um tem o direito de acreditar (ou não acreditar) no que quiser.

E Linka, desculpe-me minha "falta de vocábulo", mas eu realmente não sei o que significa "desenformada".
Mas, se tivesse lido meus comentários, veria que não falei nada sem fundamentos, logo não acredito que preciso estudar este assunto, diferente de você que não acrescentou nada de informativo no seu comentário, somente me insultou e sem saber nada sobre mim, sem nem ao menos ter lido o meu post.

P.L.F. disse...

Thaís, perdoe-me apontá-la o que talvez tenha animado meu "viés religioso" hehehehehehe...

Escreves-te:

"(...)tenho total conhecimento sobre os assuntos dos quais tratei (Religião, história, bíblia) por me interessar muito por eles (...)"

RELIGIÃO???????? (E AINDA CONFESSAS-TE QUE TRATAS-TE DESSE ASSUNTO, DO QUAL - AFIRMAS - TE INTERESSAS)

Porém, mais à frente postas-te o seguinte:

"(...)não quero falar sobre religião (...)"


MAS, NÃO TE INTERESSAS DE SSE ASSUNTO? INCLUSIVE, JÁ NÃO TRATASTE DELE?

Ora...queres ou não falar de religião? TE INTERESSAS POR ESTE ASSUNTO, OU NÃO?


De qualquer modo, obrigado por sua postagem confessadamente agnóstica. Talvez possas até nos explicar melhor o que entendes sobre esta tal "postura agnóstica", SE POSSO CHAMAR ASSIM...


Que a Virgem Maria te proteja sempre!

P.L.F.

Anônimo disse...

Quem em uma guerra ou guerrilha não está lá para matar ou morrer?
veja na historia quantas pessoas a Igreja não matou pela Inquisão, em nome de suas ideologias?
Antes de acusar alguém ou algo tem-se que olhar pra si mesmo! lembrem-se!!

Thiago disse...

É anônimo (eu também ficaria anônimo postando a baboseira que vc postou),mas existe uma diferêncoa entre guerra justa e guerra injusta.A luta de che era injusta por que era comunista.Vai estudar pra ter coragem de colocar seu nome.

Anônimo disse...

oq tem aver che guevara com catolicos

Ednaldo disse...

Existe diferença em jugar e condenar alguém a morte mesmo que sumariamente e invadir um determinado continente assim como os portuguese e a igreja católica fizeram quando invadiram e mataram os índios que aqui existiam ou os catequizavam mesmo que de forma forçada sem que pudessem dizer não?

bomberman disse...

FALCATRUA E SEM VERGONHA É QUEM SEGUE UMA IGREJA QUE DETERMINOU A MORTE DE MILHÕES DE SERES HUMANOS NO "NOVO MUNDO", ALÉM DE TORTURAR E ASSASSINAR DURANTE A IDADE MÉDIA.

Anônimo disse...

É possível que ele tenha participado de algumas execussões é claro que eu não vou dar crÉditos suficientes sem que haja documentos confiáveis. No entanto, porque o autor do blogger não fala dos milhares e milhares de vidas que a igreja catolica ceifou durante a sua tragetória.

Anônimo disse...

Jesus nao teria esté ódio por tche ou seja lá quem for. Ele é o Filho do Deus Misericordioso
cASTEL

Jean disse...

Como assim? pois Deus fala de inimizade entre o bem e o mal desde o genesis. vc esta desinformado. o mal deve ser odiado.parabens ao blog.